Deprecated: A função Elementor\DB::is_built_with_elementor está obsoleta desde a versão 3.2.0! Em vez disso, use Plugin::$instance->documents->get( $post_id )->is_built_with_elementor(). in /home/customer/www/cesbsaudebucal.com/public_html/wp-includes/functions.php on line 5379
Arquivos extração de dente - Cesb - Saúde Bucal

extração de dente

Cuidados pós-operatórios

Quais os cuidados pós-operatórios em uma cirurgia de extração de siso ou de implante dentário?

 

O sucesso de uma cirurgia de implante dentário ou de extração de siso não depende só do planejamento e dos cuidados pré-operatórios. Em grande parte depende dos cuidados do paciente em seguir as orientações do cirurgião para prevenir complicações e garantir uma recuperação rápida e confortável.
O organismo necessita de mais energia para recuperar e cicatrizar a local operado, por isso não deixe de seguir as orientações fornecidas tanto antes da cirurgia quanto após a cirurgia. Muitas dessas recomendações devem ser seguidas a risca para minimizar qualquer desconforto ou complicação.

 

Alimentação líquida, pastosa e fria

                          Alimentação líquida, pastosa e fria                Não fumar após cirurgia

Algum desconforto pode ser esperado após o procedimento, por isso o repouso é importantíssimo logo após qualquer procedimento cirúrgico prevenindo edema, dor, hemorragias e infecções. Os três primeiros dias são fundamentais, pois esse período irá determinar um pós-operatório sem complicações. Evite movimentos bruscos, esforço físico e atividades físicas.
Siga exatamente as orientações do cirurgião-dentista também em relação ao uso das medicações prescritas como anti-inflamatórios e antibióticos. Outro ponto importante é manter a higienização normal no restante da boca e no local deve ser feita com muita calma e cuidado.

                       Use compressa fria e as medicações prescritas        Mantenha a higienização bucal

Abaixo listamos alguns cuidados pós-operatórios que você precisa seguir:
  1. Ingira uma alimentação mais pastosa, líquida e fria nas primeiras 48h. Sorvete, sucos e iogurtes são permitidos.
  2. Repouse bastante. É importante não fazer nenhum esforço físico ou praticar esportes por pelo menos 72 horas
  3. Evite falar em excesso
  4. Não fumar ou ingerir bebida alcoólica
  5. Não fique exposto ao sol ou em locais muito quentes
  6. Não abaixar a cabeça bruscamente
  7. Ao deitar, manter a cabeça numa posição mais elevada que o corpo.
  8. Evite fazer pressão exagerada ao cuspir ou bochechar nas primeiras 72 horas
  9. Faça compressa fria no local 15-20 minutos a cada hora para amenizar edemas e hematomas
  10. Escove normalmente o restante da boca e próximo a área operada higienize com cuidado
  11. Faça uso da medicação prescrita pelo dentista
  12. Retorne ao dentista para remover os pontos

Conclusão

Importante: Entre em contato com o seu dentista a qualquer momento para esclarecer quaisquer dúvidas. Lembre-se, ele é a pessoa mais indicada a ajudar você.

Devemos ter cuidado com o pós-operatório para que ele ocorra da uma tranquila e sem intercorrência. O cuidado que você terá nos primeiros dias pode evitar muitos transtornos ou que ocorre algum insucesso evitando frustrações futuras.
É necessário realizar uma consulta de avaliação para planejamento dos procedimentos necessários para o tratamento de cada paciente. Pode agendar sua consulta de avaliação pelo Whatsapp (21) 99414-9363, ligando para o nosso telefone (21) 3258-9580 ou pelo site www.cesbsaudebucal.com.

Deixe-nos seu comentário e/ou dúvidas que teremos o maior prazer em ajudar. Compartilhe esta ideia.

Não deixe de consultar o seu dentista, que é o mais preparado para orientar.

Implante dentário imediatamente após extração: É possível?

Implantes dentários: tire suas dúvidas

 

Este artigo faz parte da coluna sobre as principais dúvidas dos pacientes sobre os tratamentos odontológicos.

Estará em constante atualização, por isso se cadastre por e-mail, Facebook ou pelo seu próprio navegador e receba antecipadamente as notificações das nossas atualizações.

Caso você apresente alguma dúvida ou tenha alguma curiosidade, deixe seu comentário em um dos nossos canais de comunicação que teremos o maior prazer em responder.

Implante dentário imediatamente após extração: É possível?

 

Dente fraturado
Dente fraturado
Radiografia de dente com perda óssea severa
Radiografia de dente com perda óssea severa

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma dúvida muito frequente é se o paciente ficará sem dente quando precisar fazer uma extração devido a algum comprometimento da raiz, fratura ou mesmo doença periodontal, principalmente quando está localizado na região anterior, afetando o sorriso.

Nestas situações, em uma grande maioria dos casos, podemos realizar a extração do dente e a instalação do implante no mesmo instante, ou seja, no mesmo procedimento cirúrgico desde que não haja grande comprometimento da estrutura óssea e periodontal.

Para isso devemos realizar um bom planejamento através de:

  • anamnese detalhada;
  • avaliação clínica da necessidade de próteses provisórias;
  • exames complementares de imagens.

Na primeiro consulta é analisado junto com o paciente as suas expectativas, opções de tratamento e necessidade de exames tanto laboratoriais quanto de imagens complementares (principalmente tomografia computadorizada).

Na anamnese é verificada a condição de saúde, histórico de doenças, uso de medicamentos diários que possam interagir com o tratamento.

Tendo em mãos todas essas informações é realizado o planejamento pré-cirúrgico, determinando tipo, formato e tamanho do(s) implante(s). Finalizado o planejamento, pode-se seguir a preparação pré-cirúrgica e realizar o procedimento cirúrgico. Esta técnica permite diversos benefícios:

  • menor trauma ao paciente;
  • um único tempo cirúrgico;
  • menor tempo de cicatrização;
  • melhor preservação dos tecidos (osso e gengiva) ao redor do dente extraído.

Como todo procedimento cirúrgico, são necessários alguns cuidados tanto antes quanto depois do procedimento. O paciente no pós-operatório deve seguir a orientação do dentista em relação a medicação, cuidado redobrado na higienização oral e durante a mastigação evitar grandes forças.

Conclusão

Nada substitui o planejamento individualizado por um profissional capacitado, o tratamento deve ser avaliado caso a caso. Esta técnica oferece diversos benefícios com alta taxa de sucesso, além de fornecer ao paciente conforto, segurança e autoestima.

É necessário realizar uma consulta de avaliação para planejamento dos procedimentos necessários para o tratamento de cada paciente. Pode agendar sua consulta de avaliação pelo Whatsapp (21) 99414-9363, ligando para o nosso telefone (21) 3258-9580 ou pelo site www.cesbsaudebucal.com.

Deixe-nos seu comentário e/ou dúvidas que teremos o maior prazer em ajudar. Compartilhe esta ideia.

Não deixe de consultar o seu dentista, que é o mais preparado para orientar.

O que é Cirurgia Bucomaxilofacial?

O que é Cirurgia Bucomaxilofacial?

 

Cirurgia Bucomaxilofacial é a especialidade da odontologia que trata cirurgicamente de doenças na cavidade bucal, face ou pescoço, em casos de traumatismos, deformidades faciais, alterações de desenvolvimento (prognatismo e micrognatismo).

A face, por ser uma das partes do nosso corpo de alta complexidade, há um profissional especializado em diagnosticar e tratar. Por exemplo, quando o paciente sofre um trauma na face ocasionando alguma fratura em decorrência de algum acidente automotivo, esportivo, o profissional responsável que irá tratar e acompanhar o paciente é justamente o cirurgião bucomaxilofacial.

Abaixo temos algumas outras situações que o cirurgião bucomaxilofacial trata com excelência.

Procedimentos cirúrgicos

 

Os tratamentos podem ser realizados no complexo craniomaxilofacial: boca, mandíbulas, face, pescoço e crânio, e incluem:

Cirurgia dento-alveolar (cirurgia para remoção de dentes impactados, extrações de dentes difíceis, extrações em pacientes medicamente comprometidos, enxerto ósseo ou cirurgia pré-protética para proporcionar melhor anatomia para a colocação de implantes, próteses dentárias ou outras próteses dentárias)

Cirurgia corretiva da maxila / mandíbula (cirurgia ortognática); correção cirúrgica de assimetria facial.

Traumatismo de tecidos moles e duros da região oral e maxilofacial (fraturas de mandíbula, fraturas ósseas da bochecha, fraturas nasais, fratura de LeFort e fraturas de crânio)

Em consultórios podem ser realizadas as cirurgias menores, sob anestesia local, como por exemplo, exodontias de dentes inclusos, lesões periapicais, implantes dentários, aumento de volume na gengiva, correções cirúrgicas para adaptação de próteses.

Em ambiente hospitalar são realizadas as cirurgias de grande porte sob anestesia geral, tais como, cirurgia ortognática, fraturas faciais e grandes tumores.

Dente do Siso

 

Dentes do siso impactados
Dentes do siso impactados

O dente do siso geralmente erupciona entre o final da adolescência e o início da vida adulta, entre os 16 e 20 anos de idade. É o equivalente ao terceiro molar e último dente a nascer.

Dente do siso com pericoronarite
Dente do siso com pericoronarite

Como são os últimos dentes permanentes a aparecer, muita das vezes ocorre falta de espaço para um correto posicionamento na arcada. Isso pode fazer com que o dente do siso fique incluso (preso embaixo do osso) ou impactado (preso total ou parcialmente embaixo da gengiva), podendo causar inchaço, dor e infecção local.

Recomenda-se que as pessoas entre 16 e 19 anos tenham seus dentes do siso avaliados para verificar se precisam ser extraídos, pois nessa idade as raízes ainda não estão totalmente desenvolvidas, causando menos complicações para serem removidos, sendo uma extração mais simples.

Conclusão

Pensar em realizar alguma cirurgia na boca e/ou face é sempre assustador para a maioria dos pacientes, mas graças a esses profissionais especializados e técnicas cada vez menos invasivas tem proporcionado um maior conforto tanto durante o procedimento quanto no pós-cirúrgico. Possibilitando uma recuperação e retorno as atividades normais num prazo menor.

Abordamos neste post introdutório a importância e alguns tratamentos que o cirurgião bucomaxilofacial pode oferecer para a manutenção da saúde e bem-estar do paciente. Em posts futuros serão abordados estes e outros temas em detalhes.

Se você gostou e quer saber mais sobre esse ou outros assuntos, deixe seu comentário aqui em embaixo que abordaremos num post futuro.

Compartilhe também suas dúvidas e sugestões. Não deixe de conferir outros conteúdos aqui no blog.