fbpx

Implantodontia

Implante dentário

Cuidados pós-operatórios

Quais os cuidados pós-operatórios em uma cirurgia de extração de siso ou de implante dentário?

 

O sucesso de uma cirurgia de implante dentário ou de extração de siso não depende só do planejamento e dos cuidados pré-operatórios. Em grande parte depende dos cuidados do paciente em seguir as orientações do cirurgião para prevenir complicações e garantir uma recuperação rápida e confortável.
O organismo necessita de mais energia para recuperar e cicatrizar a local operado, por isso não deixe de seguir as orientações fornecidas tanto antes da cirurgia quanto após a cirurgia. Muitas dessas recomendações devem ser seguidas a risca para minimizar qualquer desconforto ou complicação.

 

Alimentação líquida, pastosa e fria

                          Alimentação líquida, pastosa e fria                Não fumar após cirurgia

Algum desconforto pode ser esperado após o procedimento, por isso o repouso é importantíssimo logo após qualquer procedimento cirúrgico prevenindo edema, dor, hemorragias e infecções. Os três primeiros dias são fundamentais, pois esse período irá determinar um pós-operatório sem complicações. Evite movimentos bruscos, esforço físico e atividades físicas.
Siga exatamente as orientações do cirurgião-dentista também em relação ao uso das medicações prescritas como anti-inflamatórios e antibióticos. Outro ponto importante é manter a higienização normal no restante da boca e no local deve ser feita com muita calma e cuidado.

                       Use compressa fria e as medicações prescritas        Mantenha a higienização bucal

Abaixo listamos alguns cuidados pós-operatórios que você precisa seguir:
  1. Ingira uma alimentação mais pastosa, líquida e fria nas primeiras 48h. Sorvete, sucos e iogurtes são permitidos.
  2. Repouse bastante. É importante não fazer nenhum esforço físico ou praticar esportes por pelo menos 72 horas
  3. Evite falar em excesso
  4. Não fumar ou ingerir bebida alcoólica
  5. Não fique exposto ao sol ou em locais muito quentes
  6. Não abaixar a cabeça bruscamente
  7. Ao deitar, manter a cabeça numa posição mais elevada que o corpo.
  8. Evite fazer pressão exagerada ao cuspir ou bochechar nas primeiras 72 horas
  9. Faça compressa fria no local 15-20 minutos a cada hora para amenizar edemas e hematomas
  10. Escove normalmente o restante da boca e próximo a área operada higienize com cuidado
  11. Faça uso da medicação prescrita pelo dentista
  12. Retorne ao dentista para remover os pontos

Conclusão

Importante: Entre em contato com o seu dentista a qualquer momento para esclarecer quaisquer dúvidas. Lembre-se, ele é a pessoa mais indicada a ajudar você.

Devemos ter cuidado com o pós-operatório para que ele ocorra da uma tranquila e sem intercorrência. O cuidado que você terá nos primeiros dias pode evitar muitos transtornos ou que ocorre algum insucesso evitando frustrações futuras.
É necessário realizar uma consulta de avaliação para planejamento dos procedimentos necessários para o tratamento de cada paciente. Pode agendar sua consulta de avaliação pelo Whatsapp (21) 99414-9363, ligando para o nosso telefone (21) 3258-9580 ou pelo site www.cesbsaudebucal.com.

Deixe-nos seu comentário e/ou dúvidas que teremos o maior prazer em ajudar. Compartilhe esta ideia.

Não deixe de consultar o seu dentista, que é o mais preparado para orientar.

O que é enxerto ósseo?

O que é enxerto ósseo?

Hoje o implante dentário é o que mais se aproxima de nosso de dente, restaurando a estética do sorriso e recuperando a mastigação, contribuindo para a nossa saúde e autoestima. É muito importante podermos sorrir e nos alimentar sem constrangimento.

Um implante dentário bem planejado e executado fica praticamente imperceptível.

 

Imagem de uma tomografia

 

Para a realização do implante dentário é fundamental que haja uma quantidade de osso mínima, tanto em altura quanto em volume. No exame de tomografia, o cirurgião verificará se o osso tem condições adequadas para recebê-lo ou se será necessário algum tipo de correção prévia usando enxerto ósseo.

 

Quando é identificado através do estudo da tomografia que o osso é fino ou há limitações de altura, o enxerto ósseo permite a melhora da condição óssea do local para a realização do implante dentário. É importante para o sucesso da instalação e longevidade do implante dentário que ele fique bem posicionado no osso.

 

Imagem que representa um homem sem dois dentes da superiores da frente

Quando um dente é perdido e não é reposto de forma imediata começa a ocorrer um processo de reabsorção óssea. O osso da região começa a ficar mais fino e de menor altura. Na maxila ainda temos a existência do seio maxilar que pode limitar ainda mais a altura óssea disponível para o implante.

 

A perda de dentes não trás somente um problema estético, mas limitações na mastigação, dificuldade na fala e alteração das expressões faciais.

Existem diversas técnicas e materiais para enxerto ósseo, que podem ser:

 Imagem de uma paciente com a espessura de rebordo reudiza  Imagem representando o enxerto ósseo sintético

Após o enxerto é necessário se esperar alguns meses, que varia de 4 a 6 meses, para realizar o implante. Em algumas situações o implante dentário pode ser realizado junto com o enxerto reduzindo o tempo de tratamento.

Conclusão

Todo procedimento cirúrgico deve ser bem planejado através de um detalhado exame clínico, anamnese e exame de imagem (tomografia computadorizada) para que um bom resultado seja alcançado. O cirurgião irá avaliar também seu histórico médico.

É necessário realizar uma consulta de avaliação para planejamento dos procedimentos necessários para o tratamento de cada paciente.

Sua consulta de avaliação pode ser agendada pelo Whatsapp (21) 99414-9363 ou ligando para o nosso telefone (21) 3258-9580 ou pelo site cesbsaudebucal.com.

 

Deixe-nos seu comentário e/ou dúvidas que teremos o maior prazer em ajudar. Compartilhe esta ideia.

Não deixe de consultar o seu dentista, que é o mais preparado para orientar.

Como é feita a Overdenture sobre Implantes dentários?

Como é feita a Overdenture sobre Implantes dentários?

O desejo de pessoas que perderam os dentes é poder comer e falar com mais conforto e sorrir sem medo da dentadura se deslocar, aumentando a autoestima.

A dificuldade gerada pela ausência de dentes é um desafio para diversos pacientes, principalmente quando ele faz uso de uma prótese total (dentadura) que não está bem adaptada ou não apresenta uma estabilidade boa.

A reabilitação com implantes dentários e uma prótese Overdenture é uma excelente opção para esses pacientes que não querem mais utilizar uma dentadura comum.

Quer saber mais sobre a Overdenture?

Vamos explicar como o tratamento é planejado para se obter uma excelente resultado estético e segurança para o paciente.

O que é a prótese dentária tipo Overdenture?

A Overdenture ou Sobredentadura é uma dentadura (prótese dentária total removível) retida normalmente sobre dois ou três implantes dentários de titânio, realizada preferencialmente na mandíbula.

É uma técnica para reabilitar o paciente proporcionando maior segurança nas suas atividades e melhor mastigação e fonação que a dentadura convencional.

 

 

 

 

Overdenture sobre dois implantes

Como é feito o tratamento com implantes dentários e prótese Overdenture?

O tratamento é feito nas seguintes etapas:

  1. Avaliação clínica, imagem e planejamento
  2. Instalação dos implantes
  3. Instalação da prótese overdenture

Avaliação clínica, imagem e planejamento

 

Primeiramente é feito todo um estudo da saúde geral e bucal (anamnese) e exames de imagens (tomografia) da arcada dentária do paciente para avaliar a quantidade de osso e identificar os locais para instalação dos implantes dentários com segurança.

 

 

 

Mandíbula edêntula

Esses implantes dentários serão os responsáveis pela retenção da prótese dentária Overdenture.

Instalação dos implantes

 

O procedimento de instalação de implantes dentários é feito no próprio consultório sob anestesia local, o que elimina qualquer dor e desconforto ao paciente durante o procedimento. Eles são instalados juntos, na mesma etapa cirúrgica.

 

 

 

 

Dois implantes instalados para overdenture

Para que tudo ocorra tranquilamente no pós-operatório são necessários alguns cuidados, seguindo todas as orientações do cirurgião-dentista e evitando assim eventuais problemas.

Instalação da prótese overdenture

 

Para esta etapa, é necessário que o paciente já possua uma dentadura adequada ou que previamente seja confeccionada uma nova prótese.

 

 

 

 

 

Overdenture inferior

Uma vez que os implantes estejam na boca, é fixado dentro da prótese um encaixe de pressão que faz a conexão entre ela e os implantes. Dessa forma a overdenture fica retida, apoiada e estabilizada, permitindo que o paciente possa comer, falar, sorrir e gargalhar com segurança.

A prótese é instalada no mesmo dia, com isso em nenhum momento o paciente fica sem dentes.

Quais os benefícios da prótese Overdenture?

 

Os pacientes que perderam todos os dentes, principalmente na mandíbula, apresentam uma dificuldade de utilizar uma dentadura convencional, pois a área para segurar a prótese é muito pequena pelo próprio formato em “U” da mandíbula e a musculatura da língua e bochecha que empurram a prótese.

 

 

Overdenture com os o´rings

 

A prótese Overdenture oferece maior segurança que as dentaduras convencionais pois está presa pelos implantes dentários evitando que ela se desloque ou deslize enquanto a pessoa fala ou mastiga.

Para higienização o paciente deve remover a prótese Overdenture, o que facilita a escovação cuidadosa após as refeições, reduzindo o acúmulo de resíduo de alimentos e bactérias. A gengiva e os implantes também precisam ser higienizados antes de recolocar a prótese, garantindo uma saúde bucal perfeita.

A estética proporcionada por esse tipo de prótese é muito boa, pois possibilita um suporte do lábio e bochecha que estava prejudicado pela perda dos dentes, diminuindo as rugas de expressões faciais.

Resumindo as vantagens:

  • Tem mais segurança durante a alimentação
  • Melhora a mastigação, digestão e fala
  • Facilidade e praticidade na higienização da prótese
  • Suporte adequado do lábio e bochecha, melhorando a estética facial
  • Melhora da autoestima

A prótese Overdenture precisa ser substituída após um determinado período de tempo, definido pela literatura a cada 5 anos, podendo variar de paciente para paciente de acordo com os cuidados de higienização e manutenção da prótese.

É necessário também, para aumentar a vida útil da prótese, visitas regulares definidas pelo dentista para manutenção e acompanhamento, com a troca das suas borrachas de retenção, o que vai garantir uma estabilidade adequada.

Conclusão

Um bom planejamento por um profissional experiente irá determinar a época mais adequada para se iniciar a reabilitação na melhor idade possível para o paciente, favorecendo a estética e o desenvolvimento social.

É necessário realizar uma consulta de avaliação para planejamento dos procedimentos necessários para o tratamento de cada paciente. Pode agendar sua consulta de avaliação pelo Whatsapp (21) 99414-9363, ligando para o nosso telefone (21) 3258-9580 ou pelo site www.cesbsaudebucal.com.

Deixe-nos seu comentário e/ou dúvidas que teremos o maior prazer em ajudar. Compartilhe esta ideia.

Não deixe de consultar o seu dentista, que é o mais preparado para orientar.

Os benefícios da Overdenture

Os benefícios da Overdenture

 

Você conhece as opções que nós temos para proporcionar uma melhor qualidade de vida para pacientes que perderam todos os dentes inferiores?

 

Um problema muito comum para pacientes que perderam todos os dentes na mandíbula é usar uma dentadura inferior. Geralmente ela machuca, não fica presa, não dá confiança para falar ou comer em público.

Não é incomum pacientes nesta situação desistirem de utilizar a prótese pois o constrangimento de não conseguirem comer com a dentadura é muito grande, preferindo até ficarem sem nada, mordendo diretamente em cima da gengiva.

Para estes pacientes há a opção de reabilitar com uma prótese removível sobre implantes também conhecida como Overdenture ou Sobredentadura.

Uma importante vantagem deste tipo tratamento dentário é a melhora na fala e na mastigação, além da autoestima e segurança proporcionada ao paciente. Quer saber mais sobre a Overdenture?

Vamos abordar os benefícios deste tratamento para reabilitação oral em mandíbula.

Você sabe o que é uma Overdenture?

 

As Overdentures são próteses totais removíveis retida por implantes recuperando os dentes perdidos e suportando os músculos da face. São instaladas normalmente de dois a quatro implantes dentários de titânio para segurar a prótese.

 

 

 

 

 

Overdenture inferior

 

As overdentures são dentaduras que possuem um sistema para encaixar nos implantes dentários proporcionando uma melhor fixação e adaptação ao paciente.

Quais os benefícios e vantagens da Overdenture?

 

Paciente com overdenture superior e inferior

Uma das vantagens mais elogiadas pelos pacientes de Overdenture é que ela oferece maior segurança, pois não fica “solta” na boca. Mesmo em atividades simples como falar ou conversar, não há o risco da Prótese Overdenture se soltar e causar constrangimentos.

A melhora estética é muito citada pelos pacientes que associada a um aumento na confiança proporciona uma melhora inestimável na autoestima, pois há uma maior conforto no relacionamento social, nas tarefas sociais do dia a dia, ao ir almoçar num restaurante, em uma festa ou um simples bate papo numa roda de amigos.

Possibilitam que as dimensões da face sejam recuperadas, com redução das linhas de expressões faciais e melhora da estética, dando um ar rejuvenescedor aos pacientes.

Outro benefício muito apreciado é que a higienização bucal pode ser feita pelo próprio paciente, sem necessidade de consulta ao dentista. Por ainda serem removíveis, as sobredentaduras possibilitam que os pacientes as removam para higienizar e encaixem novamente com facilidade na boca.

Um dos maiores benefícios da overdenture é o fato de utilizarem menos implantes para a reabilitação, fazendo com que tenha um custo menor. Esse custo mais acessível faz com que este tratamento tenha uma grande procura pelos pacientes.

Às vezes por motivos financeiros, esta pode ser uma excelente escolha, já possibilitando uma melhora na condição bucal ou funcionando como uma alternativa provisória, uma transição para uma prótese protocolo fixa posteriormente.

Quando as Overdentures são indicadas?

Dois implantes instalados para overdenture

As overdentures são indicadas para quem busca um maior conforto e segurança para estabilizar as dentaduras que não ficam firmes na boca e impossibilitam o paciente de mastigar alimentos mais sólidos ou resistentes, comprometendo a sua qualidade de vida.

Além de proporcionar melhor retenção e estabilidade das dentaduras, o paciente se beneficiará de uma melhor qualidade e aceitação da prótese, seja para a alimentação como fala e estética.

Como fica a higiene com o uso da overdenture?

A overdenture deve ser retirada para higienização e escovada normalmente. O rebordo alveolar e os implantes dentários também devem ser higienizados como seriam os dentes naturais.

Não é necessário retirar a overdenture para dormir, desde que ela tenha boa sustentação, esteja firme e limpa.

Conclusão

Um bom planejamento por um profissional experiente irá determinar a época mais adequada para se iniciar a reabilitação na melhor idade possível para o paciente, favorecendo a estética e o desenvolvimento social.

É necessário realizar uma consulta de avaliação para planejamento dos procedimentos necessários para o tratamento de cada paciente. Pode agendar sua consulta de avaliação pelo Whatsapp (21) 99414-9363, ligando para o nosso telefone (21) 3258-9580 ou pelo site www.cesbsaudebucal.com.

Deixe-nos seu comentário e/ou dúvidas que teremos o maior prazer em ajudar. Compartilhe esta ideia.

Não deixe de consultar o seu dentista, que é o mais preparado para orientar.

A partir de que idade posso colocar implante dentário?

Com que idade posso colocar implante dentário?

Este dúvida é recorrente em nossa clínica, merecendo ser tratada com bastante cuidado tanto pelo dentista quanto pelos pais.

Uma jovem com baixa autoestima por perda dentária
Uma jovem com baixa autoestima por perda dentária

Na fase da adolescência, os jovens passam por muitas transformações e a perda de qualquer dente e, principalmente, em região estética pode afetar o desenvolvimento social e autoestima, além da saúde.

 

 

 

 

 

 

Alguns fatores podem levar a perda de dentes em uma idade precoce, na infância ou adolescência, tais como:

  • Má higienização;
  • Acidentes, traumas e quedas;
  • Doenças ou síndromes: síndrome de Down e Diabetes Mellitus por exemplo.
Paciente com grande presença de tártaro por higiene dental ruim
Paciente com grande presença de tártaro por higiene dental ruim
Criança tropeçando numa pedra
Criança tropeçando numa pedra

 

 

 

 

 

 

 

Por isso, é muito comum entre os jovens que perderam algum dente a dúvida de quando é possível colocar implante dentário, ou seja, a partir de que idade a cirurgia para instalação de implantes dentários podem ser realizadas?

Término do Crescimento facial

 

Radiografia de punho e mão para previsão de crescimento
Radiografia de punho e mão para previsão de crescimento

A cirurgia de implante dentário só pode ser realizada após o crescimento, ou seja, após o total desenvolvimento dos ossos da face, quando já estão com tamanho e posição definidos. Isto ocorre por volta dos 17 e 18 anos, podendo se estender até os 22 anos.

Esta restrição existe por que os implantes dentários atuam como se fossem dentes fixos, não acompanhando o crescimento facial. Portanto eles ficariam numa posição inferior (infra-oclusão) após o término de crescimento do paciente, com um resultado estético bem desagradável.
O dentista irá acompanhar e avaliar o momento mais adequado para o procedimento através de acompanhamento radiográfico de punho e mão.

 

Existe idade limite para a instalação de implante dentário?

O paciente apresentando bom estado de saúde dificilmente terá algum contraindicação para o procedimento. Posteriormente iremos abordar este assunto em detalhes.

Benefícios do implante dentário:

 

Paciente mordendo uma maçã após tratamento com implantes
Paciente mordendo uma maçã após tratamento com implantes

Os implantes dentário apresentam diversos benefícios:

  • Devolve ao paciente a sensação de ter um dente natural;
  • Evita que haja perda óssea pela falta de dente;
  • Não precisa desgastar os dentes vizinhos como nas próteses fixas (pontes);
  • Eliminar a falta de estabilidade e segurança causados pela próteses removíveis.

 

Conclusão

Um bom planejamento por um profissional experiente irá determinar a época mais adequada para se iniciar a reabilitação na melhor idade possível para o paciente, favorecendo a estética e o desenvolvimento social.

É necessário realizar uma consulta de avaliação para planejamento dos procedimentos necessários para o tratamento de cada paciente. Pode agendar sua consulta de avaliação pelo Whatsapp (21) 99414-9363, ligando para o nosso telefone (21) 3258-9580 ou pelo site www.cesbsaudebucal.com.

Deixe-nos seu comentário e/ou dúvidas que teremos o maior prazer em ajudar. Compartilhe esta ideia.

Não deixe de consultar o seu dentista, que é o mais preparado para orientar.

Tenho diabetes. Posso fazer implante dentário?

Tenho diabetes. Posso fazer implante dentário?

 

Medidor de glicose
Medidor de glicose

Neste artigo procuramos explicar e esclarecer suas dúvidas sobre a relação e os cuidados que o paciente diabético deve ter ao iniciar um tratamento com implantes dentário. Com o aumento dos tratamentos de reabilitação oral com implantes dentários, algumas dúvidas surgem e uma delas é se o paciente diabético pode realizar este tipo tratamento ou teria alguma restrição.

Importância do planejamento

 

Planejamento do tratamento com a dentista
Planejamento do tratamento com a dentista

No planejamento para a cirurgia de implantes é importante uma análise prévia da condição de saúde do paciente, pesquisando o histórico médico para doenças existentes.

Nesta avaliação é pesquisado questões como doenças cardíaca, vasculares, renal, hepática e uso de medicações e em especial diabetes mellitus. O cirurgião-dentista poderá solicitar exames de sangue para avaliar a glicemia do paciente antes de realizar a cirurgia, estando controlada a cirurgia para instalação de implantes pode ser realizada, caso contrário, deve ser adiada até que a glicemia esteja em níveis normais.

O que é Diabetes Mellitus?

O Diabetes Mellitus é uma síndrome que está associada com a insuficiência total ou parcial de insulina, na ação ou secreção deste hormônio importante para o metabolismo da glicose. Tendo ação sobre diversos locais no organismo, como vasos sanguíneos, leucócitos, e ossos.

Para efeitos médicos, distinguimos dois tipos de diabetes:

  • Diabetes Mellitus insulino-dependente, chamada de tipo I, atinge normalmente pacientes jovens que passam a necessitar de injeções diárias de insulina para regular.
  • Diabetes Mellitus não-insulino-dependente, chamada de tipo II, forma mais comum em pacientes de meia-idade ou idosos e pode ser controlada com medicações e dietas.

Como referência normal consideramos que a taxa de glicemia sanguínea deve ser entre 70 a 110 mg/dl. Acima de 120 mg/dl é considerada alta, merecendo atenção.

Implicações do diabetes na saúde geral e bucal.

 

Alimentação saudável ajudando no controle do diabetes
Alimentação saudável ajudando no controle do diabetes

Com o envelhecimento da população, o números de pacientes que apresentam diabetes aumentou e nós, dentistas, devemos ficar atentos que o paciente diabético requer cuidados especiais durante o tratamento dentário.

Em pacientes diabéticos não controlados a resposta inflamatória está comprometida, de modo que a cicatrização de um processo infeccioso pode se propagar com mais facilidade levando a necrose local. Sendo uma doença crônica, a longo prazo pode levar a cegueira, deficiência renal, aterosclerose, angina, lesão dos nervos.

É, por isso, importante que o paciente tenha um bom controle da glicemia, seja antes, durante ou após qualquer procedimento cirúrgico.

O paciente diabético não controlado apresenta uma maior tendência a apresentar doença periodontal.

Implante dentário e diabetes

 

Existe uma relação direta em pacientes diabéticos e o comprometimento da osteointegração do implantes. Em diabéticos não controlados, este processo pelo qual o implante dentária se une de forma estável com o osso pode ser prejudicada, pois a condição hiperglicêmica leva a dificuldades no processo de cicatrização e remodelação óssea.

Além disso também estão sujeitos a infecções no pós-operatório se não forem adequadamente acompanhados com uma tratamento com antibiótico de largo espectro, diminuindo a porcentagem de insucesso.

A maioria dos estudo não contraindicam de forma absoluta a colocação de implantes dentários. O prejuízo maior é a perda do implante, o que não impede que seja posteriormente realizado um novo procedimento para a instalação de um novo implante dentário.

Como esta é uma preocupação dos implantodontistas é recomendável que na primeira consulta o paciente revele a condição e tenha um controle mais rigoroso da dieta antes e depois da colocação do implante.

Conclusão

 

A maioria dos estudos indicam que os implantes podem ser colocados em pacientes com Diabetes Mellitus desde que a doença esteja controlada. Caso contrário , a cirurgia deve ser adiada até que a glicemia esteja em níveis normais.

Antes de iniciar a terapia com os implantes, os exames de sangue serão solicitados, a fim de avaliar a glicemia do paciente no período que antecede a cirurgia. Isso porque, quando os níveis de glicose no sangue estão aceitáveis , ou seja, a diabetes está controlada, com um planejamento adequado e direcionado para este paciente, a cirurgia poderá sim ser realizada e as chances de sucesso da terapia com implantes são muito grandes.

É necessário realizar uma consulta de avaliação para planejamento dos procedimentos necessários para o tratamento de cada paciente. Pode agendar sua consulta de avaliação pelo Whatsapp (21) 99414-9363, ligando para o nosso telefone (21) 3258-9580 ou pelo site www.cesbsaudebucal.com.

Deixe-nos seu comentário e/ou dúvidas que teremos o maior prazer em ajudar. Compartilhe esta ideia.

Não deixe de consultar o seu dentista, que é o mais preparado para orientar.

Implantes dentários com carga imediata: vantagens e desvantagens

Implantes dentários com carga imediata: vantagens e desvantagens

A perda de qualquer dente afeta não só nossa saúde bucal, assim como a nossa autoestima e confiança. É nesse cenário que os implantes dentários com carga imediata entram para ajudar os pacientes a recuperar a função e estética num menor espaço de tempo de tratamento.

Implante com carga imediata é o ideal para quem busca uma reposição rápida dos dentes perdidos.

Prótese protocolo superior
Prótese protocolo superior

O que é implante carga imediata?

Implante com carga imediata é a técnica pela qual no mesmo instante ou poucos dias depois  da instalação do implante dentário coloca-se a prótese provisória. Estas próteses são de caráter provisório e devem ser substituídas após o período de osseointegração, que é o período no qual o implante se fixa ao osso, ficando firmemente aderido.

Exame de tomografia para uma avaliação inicial
Exame de tomografia para uma avaliação inicial

É imprescindível para o sucesso desta técnica uma avaliação clínica cuidadosa da região com exames de imagens detalhados e a seleção, por parte do dentista, de implantes adequados para o caso clínico específico.

Para que a técnica possa ser executada com mais previsibilidade, algumas características são necessárias:

  • bom travamento do implante ao osso
  • localização do implante
  • quantidade e qualidade de osso

Porém a decisão final será tomada durante a procedimento de instalação do implante, pois se algumas dessas necessidades não forem atendidas há o risco de não ter viabilidade da técnica. Caso isso aconteça a prótese provisória é instalada num segundo momento, como nos outros procedimentos de implantes. O que há é uma expectativa por parte do cirurgião-dentista para o caso analisado e nesse ponto entra toda a experiência do profissional para poder orientar o paciente.

A colaboração e cuidados do paciente durante a etapa de osseointegração é imprescindível para o sucesso da técnica.

Diferença entre implante imediato e carga imediata

Neste momento é interessante ressaltarmos a diferença entre implante imediato que é a técnica que permite a colocação de um implante dentário imediatamente após a extração de um dente.

E implante com carga imediata é o método que permite a colocação de uma prótese provisória fixada ao implante no momento da cirurgia como descrevemos acima.

Vantagem do implante com carga imediata

  • Provisório fixado diretamente no implante, principalmente na região do sorriso
  • Tempo total de tratamento e número de consultas reduzido
  • Conforto e estética para o paciente já no início do tratamento
  • Não há necessidade de uma prótese provisória removível

Qual a importância de se repor dentes perdidos?

Quando passamos pela situação difícil de perder algum dente pensamos de início em duas questões: a estética e a mastigação. Porém existe muito mais do que isso.

  • Mudança gradativa na posição de equilíbrio dos outros dentes
  • Alteração na oclusão
  • Desequilíbrio da articulação temporomandibular
  • Perda de eficiência na mastigação

Conclusão

Como vimos alguns requisitos são necessários para o sucesso, por isso nem todos os casos são possíveis com a técnica de carga imediata, caso após análise dos exames de imagens não seja recomendada a técnica de carga imediata o técnica convencional poderá ser realizada. A experiência e habilidade do profissional contribuem também para o sucesso do tratamento.

É necessário realizar uma consulta de avaliação para planejamento dos procedimentos necessários para o tratamento de cada paciente. Pode agendar sua consulta de avaliação pelo Whatsapp (21) 99414-9363, ligando para o nosso telefone (21) 3258-9580 ou pelo site www.cesbsaudebucal.com.

Deixe-nos seu comentário e/ou dúvidas que teremos o maior prazer em ajudar. Compartilhe esta ideia.

Não deixe de consultar o seu dentista, que é o mais preparado para orientar.

Implante dentário imediatamente após extração: É possível?

Implantes dentários: tire suas dúvidas

 

Este artigo faz parte da coluna sobre as principais dúvidas dos pacientes sobre os tratamentos odontológicos.

Estará em constante atualização, por isso se cadastre por e-mail, Facebook ou pelo seu próprio navegador e receba antecipadamente as notificações das nossas atualizações.

Caso você apresente alguma dúvida ou tenha alguma curiosidade, deixe seu comentário em um dos nossos canais de comunicação que teremos o maior prazer em responder.

Implante dentário imediatamente após extração: É possível?

 

Dente fraturado
Dente fraturado
Radiografia de dente com perda óssea severa
Radiografia de dente com perda óssea severa

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma dúvida muito frequente é se o paciente ficará sem dente quando precisar fazer uma extração devido a algum comprometimento da raiz, fratura ou mesmo doença periodontal, principalmente quando está localizado na região anterior, afetando o sorriso.

Nestas situações, em uma grande maioria dos casos, podemos realizar a extração do dente e a instalação do implante no mesmo instante, ou seja, no mesmo procedimento cirúrgico desde que não haja grande comprometimento da estrutura óssea e periodontal.

Para isso devemos realizar um bom planejamento através de:

  • anamnese detalhada;
  • avaliação clínica da necessidade de próteses provisórias;
  • exames complementares de imagens.

Na primeiro consulta é analisado junto com o paciente as suas expectativas, opções de tratamento e necessidade de exames tanto laboratoriais quanto de imagens complementares (principalmente tomografia computadorizada).

Na anamnese é verificada a condição de saúde, histórico de doenças, uso de medicamentos diários que possam interagir com o tratamento.

Tendo em mãos todas essas informações é realizado o planejamento pré-cirúrgico, determinando tipo, formato e tamanho do(s) implante(s). Finalizado o planejamento, pode-se seguir a preparação pré-cirúrgica e realizar o procedimento cirúrgico. Esta técnica permite diversos benefícios:

  • menor trauma ao paciente;
  • um único tempo cirúrgico;
  • menor tempo de cicatrização;
  • melhor preservação dos tecidos (osso e gengiva) ao redor do dente extraído.

Como todo procedimento cirúrgico, são necessários alguns cuidados tanto antes quanto depois do procedimento. O paciente no pós-operatório deve seguir a orientação do dentista em relação a medicação, cuidado redobrado na higienização oral e durante a mastigação evitar grandes forças.

Conclusão

Nada substitui o planejamento individualizado por um profissional capacitado, o tratamento deve ser avaliado caso a caso. Esta técnica oferece diversos benefícios com alta taxa de sucesso, além de fornecer ao paciente conforto, segurança e autoestima.

É necessário realizar uma consulta de avaliação para planejamento dos procedimentos necessários para o tratamento de cada paciente. Pode agendar sua consulta de avaliação pelo Whatsapp (21) 99414-9363, ligando para o nosso telefone (21) 3258-9580 ou pelo site www.cesbsaudebucal.com.

Deixe-nos seu comentário e/ou dúvidas que teremos o maior prazer em ajudar. Compartilhe esta ideia.

Não deixe de consultar o seu dentista, que é o mais preparado para orientar.